2019/12/05

OMI aprova Zona Marítima Particularmente Sensível

Esta semana a Organização Marítima Internacional aprovou a criação de uma Zona Marítima Particularmente Sensível.

A Organização Marítima Internacional (OMI) aprovou, esta semana, a criação, por parte de Portugal, França, Irlanda, Espanha, Reino Unido e Bélgica, de uma Zona Marítima Particularmente Sensível (um vasto corredor marítimo de protecção ambiental) para a prevenção de acidentes marítimos como o do “Prestige”. Esta medida implica a obrigatoriedade de notificação prévia da navegação de todos os navios que transportem fuelóleo nesses “corredores ambientais”.
Esta iniciativa é uma proposta que o Governo português tem vindo a fazer, em conjunto com outros países, na sequência do acidente com o navio “Prestige”. Com efeito, as lições desta tragédia deverão conduzir a medidas concretas de Âmbito regional para, nomeadamente, evitar a circulação em águas comunitárias de navios com casco simples transportando fuelóleo, tal como resulta da presente proposta conjunta.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.