Assembleia-geral define futuro leonino

Filipe Soares Franco decidiu não avançar para eleições antecipadas e irá colocar em votação o seu projecto, que passa pela alienação do património leonino, em assembleia-geral marcada para daqui a duas semanas. E de acordo com o actual presidente do clube de Alvalade, a venda do património sportinguista é a melhor solução para os leões.

Afinal não há eleições antecipadas e será realizada uma assembleia-geral. Depois de muito se ter especulado sobre o futuro do clube leonino, Filipe Soares Franco, presidente sportinguista, decidiu manter-se fiel às suas convicções e, apesar de aconselhado por colaboradores próximos a avançar para o acto eleitoral, irá colocar o seu projecto em votação em sede de assembleia-geral, marcada para o próximo dia 17 de Março, tal como estava há muito planeado. Entretanto, nos próximos dias 7, 8 e 9 de Março irão realizar-se sessões de esclarecimento e debate das medidas a propor à assembleia-geral, enquanto nos dias seguintes é feita a apresentação oficial do projecto.
Em relação à situação financeira do Sporting, de salientar que neste momento o passivo ascende os 277 milhões de euros, sendo o prejuízo anual avaliado entre os cinco e sete milhões de euros, enquanto os juros pagos nos últimos dez anos foram de aproximadamente 75 milhões de euros. O investimento em infra-estruturas foi de 185 milhões de euros, enquanto o património do Sporting está valorizado em 320 milhões de euros.

“O projecto é muito mais do que alienar património”

Perante a preocupante situação financeira do Sporting, de acordo com o presidente leonino, a alienação do património sportinguista é essencial para a reestruturação do clube. “Eu pertenço a um elenco directivo que foi eleito e que aprovou esta proposta por unanimidade, no Conselho Directivo, Conselho Fiscal e, no Conselho Leonino, teve apenas dois votos contra. O projecto é muito mais do que alienar património. Quando a alienação dos quatro edifícios (Alvaláxia, Visconde Alvalade, Clínica CUF e Health Club) for avalizada, mais a alienação de 27 por cento das acções da SAD, o Sporting poderá conseguir cerca de 70 milhões de euros”, afirmou Soares Franco, acrescentando ainda: “Perante este cenário, o Sporting pode, a muito curto prazo, ver reduzido o seu endividamento à banca em 90 a 105 milhões de euros. Isto permite outro tipo de abordagem, pois eu quero um Sporting no patamar europeu e, para isso, quero guardar os melhores talentos da equipa. Mas não posso tomar outra decisão, que não seja demitir-me, garantindo a gestão do clube até às eleições. Isto porque, caso este projecto não seja aprovado, o Sporting entra em incumprimento com aquilo que está acordado com os bancos”.
Entretanto, depois de muitos sócios questionarem o porquê de só agora, quase um ano depois da assinatura do “projecto de reestruturação financeira” com as entidades bancárias BES e Millennium bcp, é que se conhece a necessidade de alienar património, Soares Franco explica: “A obrigação de alienar o Alvaláxia até Junho de 2006, é uma obrigação da NEJA, que previa a alienação dos direitos de superfície. Contudo, em Portugal não há mercado para a alienação dos direitos de superfície, passando a ser necessário alienar a propriedade plena. Assim, foi necessário agendar uma assembleia-geral, para que seja autorizada a alienação da propriedade plena.”

“Críticas não construtivas”

Após ter confirmado que brevemente irá divulgar de forma pormenorizada e oficial os contornos da sua candidatura à presidência do Sporting, Filipe Soares Franco mostrou–se preocupado perante a existência daquilo que chama “críticas não construtivas” por parte dos outros candidatos. “Cada um tem o seu projecto. Ao aprovar-se este projecto há uma coisa que eu garanto: quando acabar o próximo mandato, o Sporting terá cumprido com todos os seus compromissos e terá dinheiro em caixa para viver. Isto é, não sou obrigado a vender jogadores durante o próximo mandato, o que não quer dizer que não venda, até porque há negócios irrecusáveis”, sublinhou o actual presidente leonino, adiantando ainda: “Com este projecto, a nossa capacidade negocial será maior. Por isso, será sempre preferível que aprovem este projecto e depois apresentem as respectivas candidaturas, do que simplesmente não aprovarem o projecto. Às críticas que têm sido feitas eu apenas respondo com a apresentação e explicação deste projecto. Agora, não escondo que gostava que as críticas fossem construtivas, pois ainda não vi ninguém apresentar alternativas a este projecto.”

Abrantes Mendes contra Soares Franco

No que diz respeito a Sérgio Abrantes Mendes, pré-candidato a presidente do Sporting, teceu duras críticas durante o dia de ontem ao posicionamento de Filipe Soares Franco. “Anuncia-se uma assembleia-geral para dia 17, mas não se revela nem local e hora, o que é espantoso. Soares Franco não tem condições para ser candidato e é óbvio que vai ser derrotado. Ele sujeitou-se a ser imolado, por imposição de alguém, não sei se dos bancos ou outras entidades. Está a ser sacrificado não para vir a ser candidato, porque lhe faltam condições. Depois de se demitir, vai aparecer outra pessoa como candidate”, referiu Abrantes Mendes.

Caneira negociado

Na vertente desportiva, o Sporting decidiu muito recentemente que irá tentar garantir a continuidade de Marco Caneira no plantel, após este ter demonstrado ser uma mais-valia para o conjunto orientado por Paulo Bento. E apesar de não existir nenhum direito de opção sobre os direitos desportivos do atleta, os leões vão estabelecer contactos com o Valência e tentar negociar a continuidade do defesa em Alvalade, seja ela através da renovação do empréstimo por mais uma temporada, ou até pela tentativa de garantir o jogador a título definitivo, sendo este um cenário mais complicado. Por outro lado, a possibilidade de continuar de leão ao peito agrada a Caneira, que se sente identificado com o clube mas é fundamental que o projecto desportivo dos leões seja aliciante. E isso passará sempre por uma presença na próxima edição da Liga dos Campeões.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.