2019/09/21

Arranque da Liga Sagres

FC Porto recebe Belenenses, Sporting o Trofense, enquanto o Benfica desloca-se ao recinto do Rio Ave. Estes são os jogos inaugurais da Liga Sagres em que participam os principais candidatos ao título nacional. Lucho Gonzalez do FC Porto, Fabio Rochemback do Sporting e Pablo Aimar do Benfica são os jogadores em maior destaque do campeonato nacional que arranca hoje.

Arranca hoje o campeonato nacional de futebol da primeira divisão, conhecido este ano por Liga Sagres. E cabe ao V. Guimarães e V. Setúbal efectuarem o jogo inaugural da temporada, enquanto os restantes desafios serão disputados ao longo do fim-de-semana.
Com um orçamento a rondar os 40 milhões de euros, o FC Porto parte como principal candidato à conquista do título nacional, uma vez que é o campeão em título. O sorteio ditou que o primeiro jogo dos Dragões fosse em “casa” frente ao Belenenses. Já o Sporting, com um orçamento na ordem dos 25 milhões de euros, apresenta-se com o plantel possivelmente mais equilibrado. Ao não deixar sair nenhum dos seus jogadores principais e ao ter contratado futebolistas de créditos firmados e com experiência, como Fabio Rochemback, Marco Caneira e Hélder Postiga, os leões são considerados por muitos como a melhor equipa neste arranque de campeonato. Na primeira jornada, o conjunto orientado por Paulo Bento irá receber o recém-promovido Trofense. Relativamente ao Benfica, cujo orçamento é de cerca de 30 milhões de euros, efectuou uma revolução no plantel, tendo contratado diversos jogadores. Desta forma, ainda é bastante prematuro fazerem-se previsões sobre as possibilidades dos encarnados em lutar pelo título nacional, embora tenham jogadores e um treinador de elevada qualidade. Cabe ao Rio Ave receber o clube da Luz na primeira jornada da Liga Sagres.

Outsiders

Apesar do natural favoritismo dos três grandes nacionais, V. Guimarães e Sp. Braga poderão vir a ser os “outsiders” deste campeonato nacional e, tal como tem acontecido num passado recente, intrometer-se na luta pelos três primeiros lugares da competição. No que diz respeito à formação bracarense, agora orientada pelo experiente treinador Jorge Jesus, que na época passada fez um excelente trabalho no Belenenses, apresenta-se em excelente plano e com um conjunto competitivo e com bastante qualidade. Com o guarda-redes Eduardo, o defesa Alberto Rodríguez, os médios Luís Aguiar e Andrés Madrid e um ataque entregue a Meyong e Roland Linz, a equipa de Braga tem todas as condições para realizar uma temporada de bom nível. Já o V. Guimarães de Manuel Cajuda, depois de no ano passado ter sido a surpresa da temporada e terminado em terceiro lugar, à frente do Benfica, arranca para a época 2008/2009 com expectativas elevadas. O guarda-redes Nilson, o central Sereno e o lateral Andrezinho, e um meio-campo combativo e experiente, são os principais argumentos da equipa nortenha.

Principais figuras

Em todas as equipas existe sempre um jogador que sobressai pela sua qualidade, liderança e influência no estilo de jogo. E os grandes nacionais não fogem à regra. No que ao FC Porto diz respeito, o médio Lucho Gonzalez é, claramente, esse jogador. Leitura de jogo é a principal característica deste argentino, que é considerado o “farol” dos dragões. Ricardo Quaresma, Lisandro Lopez e Chistian Rodriguez são os outros jogadores em destaque nos campeões nacionais. No Sporting, Fabio Rochemback, que regressa a Alvalade, tem sido o futebolista em maior evidência neste início de temporada. Técnica acima da média, capacidade de passe e visão de jogo são algumas das “armas” deste influente médio brasileiro, que conta ainda com a qualidade e apoio de João Moutinho, Miguel Veloso e Liedson. Já no Benfica, Pablo Aimar é, indiscutivelmente, o jogador em maior destaque. Capacidade de desequilíbrio e uma visão de jogo invejável tornam o argentino num dos melhores “10” do mundo, embora as lesões constantes nos últimos anos tenham prejudicado a carreira do médio organizador. Reyes, Carlos Martins e Dí Maria são outros dos jogadores que poderão “dar que falar” na temporada 2008/2009.

FC Porto e Benfica no mercado

Ao contrário do Sporting, que conseguiu manter Miguel Veloso e João Moutinho e que, com excepção da possível contratação de Hugo Viana, não deverá alterar a configuração do plantel, FC Porto e Benfica ainda estão com algumas indefinições nas respectivas equipas. No que diz respeito aos dragões, continuam sem saber se contam com Ricardo Quaresma na temporada que arranca hoje e se vão colmatar a possível saída do extremo português para o Inter de Milão de José Mourinho ou para o Liverpool, que poderá avançar brevemente com uma proposta de 25 milhões de euros. Refira-se ainda que o internacional luso tem feito pressão junto da SAD azul e branca para negociar o seu passe abaixo dos 30 milhões de euros pedidos. Até ao final do período de transferências, que termina a 31 de Agosto, ainda poderá vir a acontecer muita coisa.
Já no Benfica, continua a “novela” Luis García. O Espanhol continua a pedir 10 milhões de euros pelo passe do avançado, enquanto a SAD encarnada não vai além dos 7,5 milhões de euros. Perante este impasse, Rui Costa, director desportivo da equipa da Luz, já começou a conversas com outros jogadores, como Suazo do Inter de Milão. Contudo, o elevado ordenado que o ponta-de-lança aufere no colosso italiano e o alegado interesse do FC Porto no empréstimo deste jogador poderão dificultar uma possível vinda do rápido futebolista para o Benfica. Entretanto, devido ao bom torneio olímpico que tem estado a realizar, Di Maria tem sido sondado por alguns dos principais clubes europeus, embora as águias não aceitem negociar o passe do promissor extremo argentino por menos de 25 milhões de euros. |

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.