2020/11/25

Atentado na Indonésia: um cidadão português entre os feridos

Entre as 149 pessoas que ficaram feridas, na sequência do rebentamento de uma bomba junto a um hotel em Jacarta, encontra-se um cidadão português. Segundo informou o gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas (SECP), 13 pessoas morreram neste atentado terrorista.

De acordo com uma nota enviada à Agência Lusa pelo gabinete do SECP, “o rebentamento de uma bomba que ocorreu, esta terça-feira, junto de um hotel na capital da Indonésia provocou ferimentos num cidadão português residente em Jacarta”. O português, que reside há já algum tempo nesta cidade, é quadro superior de um banco e estava a almoçar com uma das vítimas mortais do atentado quando a bomba detonou. “O cidadão português encontra-se internado na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Abdi Waluio” acrescenta a nota do SECP.
A acção terrorista, que fez pelo menos 13 mortos, três dos quais estrangeiros, e 149 feridos, segundo o último balanço da Cruz Vermelha indonésia, foi perpetrado por um carro armadilhado, conduzido por um suicida, contra o hotel norte-americano Marriott, um dos mais luxuosos de Jacarta.
Este atentado aconteceu exactamente dois dias antes de a justiça indonésia dar a conhecer um primeiro veredicto no julgamento de militantes islâmicos acusados de estarem envolvidos no atentado de Bali, em Outubro de 2002.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.