Jospin não se recandidata

Lionel Jospin anunciou que não voltará ao cenário político francês, mas advertiu que continuará a ser útil ao país através da crítica.

Lionel Jospin, ex-primeiro ministro francês, batido na eleição presidencial de Abril passado, quebrou nove meses de silêncio e revelou que não liderará os socialistas na próxima corrida legislativa. Num artigo publicado no Le Monde, Jospin afirma que não pretende voltar à vida política activa, mas que quer ser útil aos franceses, através das suas críticas. As primeiras dirigiram-se para a actual coligação de Governo e para o antigo parceiro político Jean-Pierre Chevènement, que acusa de ter fragmentado o voto de esquerda de tal forma que permitiu a Jean-Marie le Pen passar à segunda volta. A saída imediata de Jospin da política a seguir à derrota nas presidenciais deixou a esquerda sem liderança ou orientação. A presença de Jospin numa festa do partido, em Dezembro, reanimou as esperanças de um regresso, mas o artigo veio deitá-las por terra.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.